Montando Vias


Como colocar as agarras em sua parede, e algumas dicas para a montagem das vias de escalada.

Em primeiro lugar, temos que saber que existem vários tipos de pegadas diferentes nas agarras...

exemplo:


 

 

Os ganchos... são as agarras fáceis de se segurar, normalmente usadas para descanso, ou mesmo para que iniciantes tenham facilidade nas passagens

 

 

As pinças... as agarras para trabalharmos bem a força nos pulsos

 

 

Agarras de teto... que são hiper confortáveis de se segurar, e facilitar o descanso nas passagens de teto

Os abaulados... que são agarras grandes, aonde vc não encontra boa pegada, tem que se segurar nelas de mão aberta e espalmada, conclusão nessas agarras, trabalhamos muito a força de ante-braço , ombros e peitoral

Dai temos os “regletes” aquelas pequenas, para trabalhar a falange dos dedos, e algumas derivações como as micros para os pés, nessas, quando se usa uma agarra bem pequena para só apoiar a ponta dos pés, voçe acaba transferindo quase toda força de se segurar totalmente para as mãos e braços. Numa academia profissional geralmente os proprietários colocam uma grande quantidade de agarras de tudo quanto é tipo tendo o máximo possível em cada metro 2, deixando um pouco de cada modelo umas perto das outras. Importantíssimo, é espalhar as agarras boas de se segurar em toda a área de escalada, especialmente para que os principiantes e crianças sempre encontrem elas em todo o percurso da subida. Quando voçe tem muitas opções de agarras, voçe pode fazer sua própria via, decidindo espontaneamente qual delas vai se segurar, facilitando ou dificultando os graus de movimentação de travessia (andando para os lados) ou de escalada.

As opções de escadala ascendente (para cima ), principalmente em zigue - zague, começa a dificultar os movimentos ,principalmente impondo regras para quem for subir como:

Quando se usar uma certa agarra para segurar com a mão esquerda, é conveniente não segurá-la na subida com a mão direita e vice versa. Quando colocarmos um pé em uma certa agarra, da mesma forma, tente não colocar o outro pé na mesma agarra. Somando esses dois movimentos, com certas agarras marcadas em zigue - zague, começaremos a criar movimentos extraordinários de contorcionismo, num conjunto de força e técnica para a subida.

Marcando as vias de escalada de diversos graus de escalada com uma fita adesiva colorida

Com pedaços de uma Silver Tape amarela por ex, um escalador poderá marcar ligeiramente abaixo das agarras que ele escolher até que se chegue no topo da parede de escalada, então quem optar por subir segurando-se apenas pelas agarras que estão marcadas com a fita amarela, não poderá usar qualquer outra agarra senão estas. Isto quer dizer que terá que obedecer a um caminho imaginário de quem fez a Via de Escalada. Com pedaços de uma fita azul por ex, outro escalador poderá marcar outras agarras, e mesmo usar uma que já está marcada com a fita amarela também, e continuar assim até o topo da mesma parede, concluindo conseguimos mais uma Via de Escalada com graduação de dificuldade diferente do primeiro no mesmo espaço.
 
 
Assim se faz sucessivamente, evitando que fiquemos periodicamente tirando as agarras e colocando em outros lugares, evitando um desgaste muito maior para esse trabalho, e também a repetição de movimentos de subida. Importante: Em uma academia profissional, voçe estará "vendendo" aos escaladores, sempre Vias diferentes de escalada, o que faz com que eles sempre estarão procurando vencer novos desafios, e tendo seu retorno garantido no dia seguinte.

Sempre devemos escovar as agarras regularmente para tirar os excessos de magnésio e suor das mãos que vão se acumulando, tornando-as escorregadias. Também é relevante retira-las de tempo em tempo, e deixá-las de molho em água e sabão em pó, por algum tempo, e escova-las uma a uma , enxaguando-as e deixando as mesmas secarem ao sol, para recolocá-las mais tarde. Nunca use só regletes numa mesma via, isso poderá afetar os ligamentos dos tendões nas falanges dos dedos, essas peças tem que ser usadas de vez em quando nos treinamentos, em uma pegada de uma passagem ou outra.
 

Siga-nos:

Assine nossa NEWSLETTER
e descubra todas as novidades.